Posts Tagged ‘Partituras para Guitarra’

Estou testando o serviço do Scribd para implementá-lo no blog. Scribd é um serviço de compartilhamento de textos e documentos online. Com ele os usuários podem publicar o que desejarem em formatos como: DOC; RTF; PDF; JPG; PPT; XLS; entre outros, principalmente partituras e tablaturas. Achei a apresentação bem bacana. Como primeiro artigo vou postar aqui uma Apostila  elaborada pelo Marcelo Mello que é uma grande fera na arte da guitarra. Lá vai

 

(mais…)

Anúncios

A  L    D  I    M  E  O  L  A

Uma técnica de palhetada bastante desenvolvida é capaz de produzir passagens lindas e complexas.Vamos explorar algumas situações específicas analisando alguns exemplos...

O Ex.1 é uma simplificação do tema de vertigo Shadow. Note que adicionei indicações do sentido da palhetada. Apesar de muitos guitarristas abordarem palhetada alternada usando ataques para baixo, em notas sobre o tempo, saltos de cordas e outros movimentos tornam isso possível (toque a primeira nota de cada compasso com o primeiro dedo de sua mão da escala; mantenha os outros dedos abaixados, permitindo que as cordas soem).

Uma vez que você esteja confortável com as palhetadas do Ex.1, vá para o EX.2 , a passagem real de Vertigo Shadow . Os compassos em 7/8 tornam o exercício mais interessante e um pouco mais difícil. Veja que os ataques de palheta são os mesmos do Ex.1 . Repita a passagem devagar, até que você seja capaz de aumentar o andamento e manter a fluidez.

O Ex.3 é uma rápida Uma vez que você esteja confortável com as palhetadas do Ex.1, vá para o EX.2 , a passagem real de Vertigo Shadow . Os compassos em 7/8 tornam o exercício mais interessante e um pouco mais difícil. Veja que os ataques de palheta são os mesmos do Ex.1 . Repita a passagem devagar, até que você seja capaz de aumentar o andamento e manter a fluidez.

O Ex.3 é uma rápida passagem de escala que incorpora uma mudança de posição. No meio da frase, pule da segunda para a oitava posição. Apesar de este exercício poder ser tocado na mesma posição, ele soa mais eficaz com a mudança. Uso ataques para baixo consecutivos, nas três primeiras notas, e ataque para cima nas próximas três. No compasso 2, utilizo palhetada alternada. Repita o exercício lentamente e no tempo, até que soe fluido.

Sempre seja eficiente com seus movimentos de mão direita. Com a quantidade correta de técnica, você poderá soar como se estivesse tocando com seus dedos, como um músico erudito.

GP 5

http://guitarplayer.uol.com.br/

A L   D I   M E O L A  – L i v e   a t   M O N T R E U X ,   1 9 8 6 .   ” V e r t i g o   S h a d o w “

Official site