Lesson Blues – Matt Schofield style

Posted: Agosto 16, 2012 in Técnicas de guitarra
Tags: , , , , , ,

MATT SCHOFIELD – SOLO IMPROVISE

Os leitores regulares já tem conhecimento do talento do Reino Unido Matt Schofield. Se você não escutou Matt “The Trio, Live”, então eu sugiro que você faça isso o mais rápido possível O material deste estudo, contem um deslumbrante improviso 12-bar solos, cheios até a borda com grandes idéias para que você absorva em seu próprio estilo, e especificamente, com o “suavizar” na digitação ao longo de um simples I- IV-V (12-bar blues) progressão, acrescentando um pouco de conteúdo mais melódico, com ‘adaptação’ do seu solo para os acordes: basicamente ficar longe de como atacar a pentatônica menor sobre a coisa toda, mantendo um ambiente bluesy.

<><><>

Para cada um dos três acordes na progressão, foi escolhido a partir da escala relevante de blues, pentatônica maior, e minha favorita para um blues 7º dominante, o mixolídio. Eu escolhi um blues lento para demonstrar algumas possibilidades, como se faz numa tela em branco agradável para tocar e dar-nos algum tempo para cair sobre as alterações. Mas a maioria das idéias se traduzem bem para os shufles de blues, tais como shuffles e funky de 12-bar. E lembre-se, o ‘blues’ é para sentir o fraseado, digitando as notas que você escolheu.

Há uma ligeira modificação da norma em termos de áudio neste estudo. Em primeiro lugar, você vai ouvir Matt com a banda. Em seguida no audio2 (black), é apenas a guitarra sem apoio. Eu queria que você ouvisse vários elementos-chaves em detalhes de como Matt toca, sua clareza de execução, a sua gama de expressão articulada e, finalmente, a sua capacidade de transmitir com precisão a harmonia com apenas notas individuais. Ouça a esta pista e você vai entender exatamente o meu ponto de vista, as mudanças são inconfundíveis, mesmo sem a banda! A última coisa que você vai ouvir é a música de fundo de costume para você ter como intermediário. Divirta-se.

P/ baixar os arquivos de áudio clique com o btº direito do mouse sobre o áudio e selecione: “Salvar link como”.

<><><>

                                   

<><><>

>

  • [COMPASSOS 1-2]

A execução de Matt é ultra-expressiva. Nestes dois primeiros compassos temos ligaduras, slides, bends e vibrato já! O fraseado Blues é muito mais sobre a segmentação de tons de acordes fortes do que você imagina. Aqui, Matt habilmente encaixa no nosso acorde C7 destacando a 5ª (G) e raiz (C), mudando quando a harmonia desloca-se para a sua F7 5ª (C), 3a (A) e a raiz (F).

  • [COMPASSOS 3-4]

Aqui Matt mistura elementos de pentatônica maior e menor para criar um grande pool de notas 7ª dominante. Equilibrando o efeito adocicando na terceira maior e com a sua equivalente menor soando mais “acentuada” é uma habilidade necessária ao negociar acordes dominantes em um estilo de blues.

  • [COMPASSOS 5-6]

Matt prega a mudança para F7 aqui mudando sua fonte de escala/intervalo para localizar com precisão os novos tons de acordes fortes. Poderíamos ver esse processo de pensamento de algumas maneiras. A abordagem “paralela” seria considerar a mudança como passar de C Mixolídio (C D E F G A Bb) para C7, a C Dorian/Cm6 pentatônica (C D Eb F G A Bb e C Eb F G A) para o F7. A abordagem “vertical” permanece o mesmo para C7, movendo-se para F pentatônica Mixolídio/F dominante para a F7 (F G A Bb C D Eb / F G A C Eb). Repare que eles são, na verdade exatamente as mesmas notas! Veja que você pode detectar o jazzy arpejo Ebmaj77 (Eb G Bb D) sobreposto contra F7 também?

  • [COMPASSOS 7-8]

Menos jazz, muito blues aqui. Mais uma vez predomina ato de equilíbrio entre os intervalos maiores e menores. Todas as escalas usuais que você poderia esperar; pentatônicas maior e menor e um toque de escala de blues. Qualquer tempo gasto para dominar estes sólidos e rudimentares blocos de construção melódica é tempo bem gasto.

  • COMPASSOS 9-10]

Eu disse que você precisa conhecer suas escalas! Aqui vemos Matt negociar nosso acorde G7 V com a sua escala de blues associada G7 (G Bb C Db D F). Matt articula as notas segunda e terceira nesta frase com um rápido sweep para cima. Passe algum tempo com as primeiras notas deste llick e você estará bem preparado para o que está prestes a seguir. Estamos no território tom-de-acordes sobre o F7, com notas selecionadas e associadas a partir do F7b9 arpejo (F A C Eb Gb).

  • [COMPASSOS 11-12]

Por todos os meios apenas aprender este solo como um arsenal de licks utilizáveis​​. Você vai fazer um progresso real no entanto, se você analisar o que está acontecendo harmonicamente, dinamicamente, melodicamente e ritmicamente. Matt tem como alvo “pontos de gravidade” específicas com as mudanças de harmonia. Mapear esses tons alvo cruciais. Uma dica é que muitas vezes ritmicamente faça coincidir com o tempo forte.

  • [COMPASSOS 13-14]

Parte da habilidade de Schofield é a de equilibrar o novo com o antigo. Autêntico, tradicional e expressivo fraseado-blues vocabulário é integrado naturalmente com os mais modernos, hip-jazz em inspiradas linhas. Aqui, é a personalidade blues de Matt que brilha. Não é só sobre as notas. Realmente escavar esses bends, visualize a forma como você toca como se você estivesse tentando fazer Albert King sorrir!

  • [COMPASSOS 15-16]

Mais ações de blues pentatônica menor aqui, com apenas um toque de sweep-up-adocicado e com a adição da 6ª natural (A). Nosso up-sweep pentatônica menores lick reaparece no compasso 16, embora desta vez transposto para a chave relevante do C. Reexaminar e desenvolver as suas ideias ajuda a envolver o ouvinte, e acrescenta um senso de continuidade lógica ao seu estilo de solos

  • [COMPASSOS 17-18]

A seleção inteligente de intervalos de 6 º no compasso 17 não deixa qualquer dúvida de que fizemos a mudança para F7. Esta é apoiada ainda mais com a frase na escala orientada para o compasso 18. Ver compassos 5-6 para a análise melódica. Nosso up-sweep lick faz sua terceira aparição no compasso 18. Eu vou deixar você para encontrar o resto.

  • [COMPASSSOS 19-20]

O antigo lick de blues ‘train-whistle’ (apito de trem). Todos, desde Robert Johnson Ritchie Kotzen usaram essa idéia, assim que você deve saber também! Coloque uma torção leve na nota inferior, referindo-se à terceira maior, mas não completamente tornando-se para lançar cada vez. Melhor consultar o áudio, se você não tiver certeza de como isso soa.

  • [COMPASSOS 21-22]

Falando de Ritchie Kotzen, o nosso G arpejo com ocasional 9ª adicionado (G A B D) encontrado no compasso 21 não soaria deslocado em um de seus solos. Economy Picking é a melhor maneira de ir aqui. O princípio é simples: se a corda que você está se movendo é para o chão, em seguida, usar um descendente. Se a nova corda é no ar, em seguida, usar um “upstroke” golpe para cima. Todo o resto é alternativo. Fácil!

  • [COMPASSOS 23-24]

No entanto, há mais ação melódica centrada nesses tons de acorde aqui tão importantes. Tenho certeza que você vai concordar que há uma riqueza de informações e de idéias inspiradoras embaladasa para este estudo. Não se esqueça de pegar Matt Live e confira seus CDs!

Article source: Guitar Techniques Magazine November 2007

Comentários
  1. Como sempre só material de primeira, vlw

  2. mariano diz:

    ae mano muito bom esse som de blues se tiver mais material desse cara por favor disponibilize pre gente um abraços e como sempre digo o seu blog ta muito legaaaaaaaaalllllll

  3. mariano diz:

    ae Mano seria possivel vc disponibilizar materiais de guitarristas como Albert Lee, Brant Mason,,Flavio Guttok etc etc adoros esses estilos de som desses caras um forte abraço e desde ja o agradeço imensamente pelo Blog e trabalho maravilhoso que vc vem desenvolvendo

  4. Dan diz:

    Valeu pelo interesse em fornecer materiais pra evolução do instrumentista !
    Parabéns pelo post.

  5. ezequiel diz:

    po mano esse blog e O blog

  6. sidney silva diz:

    Ficou muito boa toda a estrutura de ensino. Boa didática, tudo muito compreensivo. Mas gostaria de começar com aulas mais simples.

  7. muito foda em agora só estudar

  8. Muito obrigado pelo post…

Escreva sua reposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s