Metal Bootcamp series – Sweeping part 3

Com o mesmo movimento abrangente de mãos e palhetadas que nós olhamos ao longo das duas últimas colunas, enquanto todos os elementos descendentes são em (hammer-on) martelados usando a técnica de “tap” com a mão da escala (fretting hand tap), muitas das formas são também extendidas no intervalo com a adição de “tapping” que são executados com o segundo dedo, a palheta realizada como de costume. Esta combinação permitirá um som “legato” com base na técnica mais “convencional” que estudamos nas úlima matérias desta serie, e vai dar um efeito quase syntetiser com suas linhas de “arpeggio”. A vantagem é que a mão direita pode estender os arpejos sem a restrição da necessidade de voltar para pegar a próxima nota descendente na subida. Isto significa que podemos usar o “Sweep Picking” em toda a área do instrumento, com a mão direita executar o sweep, que por sua vez, dará um tom muito quente e suave.

<><><>

<><><>

Atenção soldado!!! Seis baionetas cordas e dez dígitos mortais de prontidão que RSM “Martin Goulding” continua a sua inspeção de Sweep Picking.

D I C A S

O aspecto mais complicado para esta técnica global será a execução limpa e bem sucedida dos taps de mão esquerda, que terá de ser batido para baixo com bastante altura no início, o primeiro dedo, como de costume chegar na nota, com o silenciamento (mutting) da ponta carnuda na corda acima a ser tocada, bem como chegar relativamente plano, de modo a silenciar todas as cordas debaixo da que está a ser tocada. Quando tappings da mão direita são utilizados, você terá que se acostumar a pairar com a mão sobre o braço, mantendo o traço de sweep e fechar o tap na mesma área. Como de costume, olhar para esta coluna como uma prática rotineira. Todos os exemplos devem ser memorizadas e praticados, muito devagar e com tempo bom e tom. Uma vez que as bases já estão definidas e de ter tido experiência de pelo menos de uma semana repetindo os fragmentos continuamente por 3-5 minutos por dia, aplicar velocidade, ficando na nova velocidade por uma semana ou duas antes de aumentar o tempo de 10 ou 20 bpm. Verifique se você está completamente aquecido antes de começar a sua rotina e lembre-se de sacudir alguma tensão ou firmeza que podem se acumular ao repetir os fragmentos de forma contínua.

<><><>

A técnica de “Sweeping Picking e Two Hands” evoluíram em meados dos anos 80´s com o rock/metal virtuoso Tony MacAlpine, bem conhecido por seu uso desta combinação particular na criação de linhas e abordagem sobre arpejos melódicos muito rápidos. Para tocar linhas de arpejo funciona em qualquer fórmula no sistema “uma-nota-por-corda” que não utiliza o “barre-roll”, e assim é principalmente orientado em torno de 3 posições, “c” shape (posição 4), “A” shape form. Neste estudo daremos um passo para uma rotina progressiva que desenvolverá os conceitos dos componentes básicos e se expandirá, tanto técnica como harmonicamente à medida que progredir nas tríades anteriores, em quatro notas, arpejos (major7 = R 3 5 7, menor7 = R b3 5 b7 e dominant7 = R 2 5 b7). Estes arpejos serão sobrepostos a raiz “A” para montar nossas técnicas em nossa chave de “G” para aprender, como em todo esse estudo é referenciada para o centro tonal de “A Dorian” (A B C D E F# G).

<><><>

TRACK RECORD – Não há dúvida de que o toque de Tony MacAlpine é algo especial. Nestes dias atuais ele não apenas continua a demonstrar sua incrível técnica de neo-clássical rock, ele também se tornou uma espécie de monstro do fusion. Para o estilo descrito aqui, o “Maximum Security” (1987) (faça o download) é altamente recomendado, como é algo também incrível sua “Instrumentals Premonition” (1994) e Evolution (1995)

Tony MacAlpine: Top Sweep Picker and Fret Tapper.

Maximum Security

Tony MacAlpine – 14 CDs  – Torrents

Necessário uTorrents ou similar

<><><>

E X E R C Í C I O S

===============================================================

                                  

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

===============================================================

 ===============================================================

<><><>

Article source: GT Magazine March 2010

<><><>

Próxima desta série:  Sweeping Technique parte 4 – “Economy Picking”


Escreva sua reposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s