“Violining”
Um  volume swell  ou “Violining” é um crescendo musical comumente associado com a guitarra elétrica. Violining funciona removendo o ataque de uma nota na guitarra, em seguida manipulando-a o  através do potenciômero de volume usando geralmente o dedo mindinho, Alternativamente, o efeito é conseguido com um pedal de volume.. É uma técnica de guitarra simples, que requer que você seja capaz de acessar o ‘potc. de volume de sua guitarra diretamente depois que você tocar uma nota. Isto é mais fácil com uma Stratocaster que uma Les Paul por isso, se você não pode alcançar o seu potenciômetro de volume, enquanto tocar uma nota você pode ter que martelar sobre a nota, em vez de arrancar.

<><><>

_ Com esta técnica sincronismo é fundamental. Você precisa de tempo para ação de sua manipulação do potenciômetro, ele vai se tornando mais fácil com a prática e logo você vai ser capaz de sentir o seu caminho para obter o som certo. Adicionando um pouco de reverb, delay ou sustain a esta técnica vai lhe dar os melhores resultados.

_ Comece com seu “potenciômetro de volume”  todo pra baixo para que nenhum som da guitarra possa passar. Desempenhar a sua nota e, em seguida, num curto  momento da divisão girar a potenciômetro de volume lentamente para o máximo. Observe como o som é um tom suave, como já referi anteriormente isto é porque você removeu todos os ataques iniciais da nota. Você então, tem que retornar seu potenciômetro de volta para baixo antes de bater a próxima nota. Ao tocar um acorde certifique-se de tocar todas as notas antes de virar o seu potenciômetro volume.

_ Gary Moore  tocando sempre teve um lado Soul Full e este exemplo está enquadrado dentro deste território. O uso de “violining” com controle de volume da guitarra e manipulação de vibrato de muito bom gosto nos lembra que ele é um grande fã de Jeff Beck, embora existam alguns momentos Gilmour lá também. Este é o lugar onde nós realmente começamos a ficar um pouco distante do território do rock. Sim, existem algumas frases rápidas, muito bem elaboradas, que vc poderá acrescentar ao seu vocabulário mas as mudanças de acordes por trás oferecem um alcance muito mais amplo para a improvisação melódica que Gary nunca deixa de empregar.

_ Ouça o áudio para sentirr como devem soar as notas em torno do “violining” bits nos compassos [1-2] e [11-12], e sinta-se livre para usar a transcrição como um guia ao invés de sentir que você tem que duplicar as seções mais rápidas nota por nota. A série ascendente de “violined” notas no final é intencionalmente dissonante, dando uma sensação sinistra.

———————————————————————————————————————————————————–

                                    

———————————————————————————————————————————————————–

<><><>

———————————————————————————————————————————————————–

<><><>

article source: GT Magazine August 2007

———————————————————————————————————————————————————–

Learn Violin Style Volume Swells

credits: guitarlessons365.com

<><><>

Loja oficial dos produtos Microsoft no Brasil, oferece todos os programas e pacotes, inclusive em promoções exclusivas.

Comentários
  1. fabio kufa diz:

    para quem ja dominou a técnica estude essa daqui….o mestre…rs

  2. andre diz:

    fala mano amigo do blog , queria uma ajuda sua eu acho que vc deve saber ,,,, eu tenho uma boss gt 6 e quero conectar ela no pc ja conectei o cabo muti midi no pc mais não da sinal se puder me ajuda essa pedaleira não tem video tutorial

Escreva sua reposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s