Floyd Rose não é a mulher do Pink Floyd

Posted: Julho 2, 2008 in Luthieria, Técnicas - Guitarra
Tags: , , ,


Matéria extraída de Edmar Luighi Luthier http://www.edmarluighi.com.br/

A ponte de tremolo flutuante Floyd Rose se trata de um equipamento instalado em guitarras elétricas, desde o modelo clássico Stratocaster até Les Paul e Flying V, dotado de um sistema de micro-afinação que permite ajustar micro tons do instrumento, além de poder alterar o pitch da nota tanto ascendente quanto descendente.

Atualmente este tipo de sistema é adotado em guitarras como Ibanez, ESP, Fender, Jackson, Peavey, entre outras,sendo as preferidas entre os guitarristas de Heavy Metal e Hard Rock. Pode-se notar seu uso demasiado na década de 80, e entre seus maiores admiradores está Eddie Van Halen. O equipamento leva o nome Floyd Rose devido ao guitarrista homônimo que a patenteou.Esta ponte tem por caracteristica marcante o som agudo.

FloydRose.com

Regulagem de Floyd-Rose

Você tem dúvida sobre a regulagem do Floyd Rose? Então leia essa seção , e a partir de agora, tenham suas dúvidas esclarecidas. Qualquer questão, mande um e-mail que responderemos. Por: Edmar Luighi

Sempre que trocar as cordas de minha guitarra, vou ter de regular a Floyd Rose?

Na verdade nem sempre. Se seu trêmolo estiver bem regulado e você respeitar algumas regrinhas, possivelmente não terá problemas.
Muitas vezes, na troca de encordoamentos, mesmo respeitando as medidas das cordas usadas anteriormente, há uma mudança de marca. Isso, em determinados casos, já é o suficiente para operar o desequilíbrio. Encordoamentos de marcas diferentes, mesmo de medidas iguais, podem possuir pequenas desigualdades de tensões, podendo gerar, assim, desequilíbrio. Se a pressão das cordas for um pouco menor que as da anterior, isso fará o trêmolo inclinar-se para baixo (foto 1). Isso indica que a tensão das molas esta maior que a das corda.

Se ocorrer ao contrário, ou seja, o trêmolo inclinar-se para cima (foto 2), significa que a tensão das cordas esta maior que a das molas. Outro fator que pode gerar esse problema é a  falta de paciência do músico no momento de afinar o instrumento após a troca do encordoamento. Quem possui guitarras providas de trêmolos flutuantes sabe o quanto é chato afiná-las nessa hora: afina-se a 1º corda e, depois, a 2º. Quando se chega à 6º, a 1º já está desafinada.

Para haver equilíbrio, é necessário que todas as cordas sejam afinadas simultaneamente. Como isso é impossível (pelo menos por enquanto), muitos instrumentistas perdem a paciência e começam a pressionar em excesso as cordas na esperança de acelerar o processo. Isso pode fazer as molas se dilatarem, tornando necessário um novo ajuste para que o trêmolo volte a ter equilíbrio correto.
A afinação deve seguir a seguinte ordem: 6º corda, 5º, 4º, 3º, 2º e 1º. Depois, torne a afinar, mas na ordem inversa (2º, 3º, 4º, 5º e 6º) e assim por diante. Dessa forma, quase todas serão afinadas seguidamente, facilitando um pouco o processo.
Outra medida que pode ser tomada é a de, no momento da troca, substituir corda por corda ex.: troque a 6º corda (E) usada pela nova e afine. Repita o processo com todas. Isso reduzirá bastante o risco do desequilíbrio de tensão do trêmolo. A última dica é escorar a parte traseira do trêmolo com uma flanela antes de retirar as cordas usadas (foto 3). Calçando-o de forma que a flanela impossibilite-o de ceder para baixo após a retirada do encordoamento.

Com esse procedimento, o músico não sofrerá demasiadamente para equilibrar sua Floyd Rose, mas é claro que imaginando que tenham sido usadas a mesma marca e medida de cordas. Do contrário, procure seu luthier para que o auxilie nessa operação. Na edição 59 de CG, comento mais detalhadamente sobre esse assunto.

<><><>

Escreva sua reposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s